Quantas vezes você deixou algo importante, mas não urgente para depois? Algumas vezes conseguimos contornar a situação a tempo, mas em outras nós fabricamos urgências, perdemos oportunidades, ou ainda, geramos perdas irreversíveis. No excelente livro A equação de deixar para depois, Piers Steel traz uma excelente definição da procrastinação: o atraso intencional irracional, quando sabemos que nossa situação só vai piorar com esta decisão, mas mesmo assim o fazemos. La persistencia de la memoria (Salvador Dali, 1931) E o que nos leva a esta (falta de) motivação para realizar uma tarefa? Steel traz quatro elementos básicos: expectativa, valor, tempo e…

Este conteúdo é exclusivo para usuários cadastrados no site da Delta Consulting!

Não tem cadastro? Clique aqui e faça o seu.