Cuidados Necessários para Empreender

,

Empreender é uma atividade que envolve muito esforço, investimento emocional – de trabalho e financeiro – e riscos. Para maximizar as chances de sucesso, é recomendável que o empreendedor cuide de algumas condições importantes para o fortalecimento da competitividade empresarial.

A primeira delas é escolher uma atividade com a qual se identifique. Afinal, quando se tem afinidade com o empreendimento, trabalha-se mais, pensa-se mais e se tem mais capacidade de mobilizar as equipes para o sucesso do negócio. Entretanto, nem sempre é possível trabalhar com o que se gosta. Nesse caso, é importante desenvolver o gosto ou entender este lugar como uma travessia necessária para a atuação num negócio mais atrativo.

O segundo ponto é buscar conhecer o mercado onde vai atuar: levantar o potencial de demanda e expectativas dos clientes (entender seus incômodos, insatisfações, desejos); buscar informações sobre a rentabilidade do setor; identificar exigências legais, de capital, de especialização, de padrões, de gestão e mapear a concorrência, potencial de novos entrantes e produtos e serviços substitutos. Com essas informações à mão, é importante avaliar a própria capacidade de responder ao contexto e se o mercado é ou pode se tornar realmente interessante.

A próxima etapa é a elaboração do projeto e da identidade empresarial, contemplando a definição do negócio (o que faz, onde faz, para quem faz e como se diferenciar); o mapeamento de parceiros; a definição do modelo de operação do negócio e a imagem desejada para o negócio. Tudo isso, já pensando em como construir uma marca forte e comunicar a sua identidade, valores e diferenciais para o cliente.

Após isso, vem a fase do planejamento estratégico, que se traduz na definição da visão de médio ou longo prazo, na avaliação estratégica, com base no cenário externo (oportunidades e ameaças) e numa avaliação das capacidades e ativos internos (forças e fraquezas). Com base na visão e na avaliação estratégica é fundamental pensar num desafio de curto prazo (um ano) e no seu desdobramento em prioridades e metas.

A última etapa é o orçamento para implantação do negócio (os investimentos a serem feitos) e o orçamento para a operação, que passa por algumas simulações financeiras, envolvendo estimativas de demanda, receitas e despesas fixas e variáveis. Essa etapa é importante para ter visibilidade do esforço necessário para alcançar o ponto de equilíbrio do negócio e para obter as taxas de retorno desejadas.

Tendo passado por estes cinco pontos e construindo um projeto consistente, é fundamental que o empreendedor monitore sua estratégia, o ambiente de negócios, seu orçamento, seus indicadores e o padrão de gestão organizacional. De modo sistemático e disciplinado, antecipam-se as mudanças para agir em tempo real.

Obviamente que o resultado desejado para este esforço complexo e exigente seria a garantia do sucesso da empresa, mas isso não há como assegurar. Entretanto, cuidar destes elementos aumentará consideravelmente as chances de um novo negócio dar certo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.