O uso de inteligência artificial (IA) em pequenas e médias empresas pode ser visto como algo caro ou inacessível por seus gestores e sócios. Isso só é verdade se o processo for mal planejado ou conduzido. Claro que empresas maiores podem fazer mais apostas e dedicar mais recursos até mesmo com equipes dedicadas a este tema, mas isso não quer dizer que empresas pequenas e médias não possam desenvolver seus projetos de IA.

Primeiramente, é importante considerar que objetivos podem ser almejados. Thomas Davenport, em seu excelente livro The IA Advantage, traz três grandes classes: (1) automação de processos; (2) insight cognitivo; e (3) engajamento cognitivo.

A automação de processos diz respeito a tarefas estruturadas que podem ser repetidas roboticamente (por sistemas ou robôs físicos). O insight cognitivo trata de classificação, análise e intepretação de dados em grande escala. O engajamento cognitivo é a interação com humanos em sofisticação humana.

inteligência artificial, transformação digital

Photo by NeONBRAND on Unsplash

E como fazer para implantar projetos de inteligência artificial em pequenas e médias empresas?

O primeiro passo é, com base nesses possíveis objetivos, mapear oportunidades e possibilidades com uma consequente avaliação de gargalos e dos custos e desafios de dar escala aos projetos. Com isso, você consegue identificar o “sonho” (as oportunidades e possibilidades) e “colocar o pé no chão” (gargalos e desafios). Assim, você deve sair com uma opções mais realistas e factíveis.

Depois disso, é necessário definir os casos de uso de alto valor. Ou seja, identificar onde esses projetos realmente farão a diferença. Assim, você cria incentivos suficientes e constrói uma boa relação de custo-benefício do projeto, que provavelmente estará bastante alinhado com sua estratégia empresarial.

O próximo passo é avaliar a tecnologia disponível. No caso de uma empresa pequena ou média, você vai se surpreender com quanta coisa que já é possível fazer. A questão aqui é não se deslumbrar com o que já está sendo feito e querer colocar na sua empresa sem uma análise de alinhamento. Lembre-se de partir de uma necessidade alinhada com sua estratégia, seguindo os passos expostos nos parágrafos anteriores.

Finalmente, devem ser criados pilotos de aplicação do projeto para teste, validação das hipóteses que levaram à escolha deste projeto e geração de aprendizados.

 

Confira abaixo algumas opções de aplicação de inteligência artificial que podem ser consideradas para sua empresa (em ordem de complexidade):

  • Realizar tarefas digitais estruturadas: transferir dados entre sistemas; comparar informações; emitir recibos e cobranças; agendar consultas.
  • Manipular informações: extrair e organizar múltiplas informações de múltiplas fontes; comparação de recibos e itens enviados ou recebidos; organizar prontuários.
  • Planejar e otimizar operações: desenvolver roteiros; prever níveis de estoques e programar compras; avaliar impactos de promoções; planejamento de tratamentos de acordo com prontuários.
  • Criar modelos de previsão e classificação a partir de dados estatísticos: identificar clientes com maior probabilidade de evasão; interpretar exames; desenvolver tratamentos personalizados.
  • Perceber e reconhecer imagens: compras sem caixa; monitoramento de construção civil; reconhecimento de defeitos em linhas de produção; avaliação de composição corporal.
  • Compreensão de fala e texto humano: atendimento on-line e chatbots para interação com clientes; avaliação on-line em educação.
  • Avaliar emoções humanas: avaliar reações a campanhas de marketing; robôs sociáveis e empáticos; avaliar atenção e interesse em ambientes de aprendizado.
  • Movimento autônomo: delivery; veículos autônomos.

 

Que projetos de inteligência artificial você pode implantar em sua empresa num prazo factível, com viabilidade econômica e que gere um real impacto no negócio?

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *