Um dos grandes desafios das lideranças é o enfrentamento de momentos de crise com mudanças rápidas no ambiente de negócios, o que é mais frequente no mundo VUCA (volátil, incerto, complexo e ambíguo) dos tempos atuais. Nestas situações, a equipe demanda muito mais das habilidades do gestor para sustentação do foco estratégico e manutenção de seus níveis de engajamento e produtividade.

Mudanças no mercado e nas relações de trabalho, novas tecnologias e exigências de aprendizado e de habilidades, novos produtos e serviços substitutos normalmente trazem desconforto e insegurança. As organizações também vivem mudanças internas de processos, de gestores, nos cargos executivos, nos critérios de avaliação de desempenho e nas exigências de resultados, o que também são possíveis fontes de angústia.

Neste sentido, é imperativo o papel da liderança de dar visibilidade aos próximos passos e entregas de curto prazo, gerando a oportunidade dos quick wins (conquistas rápidas que vão trazendo segurança e confiança para a equipe). É fundamental uma abordagem prática, simplificando as estratégias e encaminhamentos, trazendo mais clareza e segurança para a equipe.

Tente fazer sua equipe funcionar pelo que se convencionou chamar por sprints, definindo e redefinindo objetivos mensalmente e com reuniões frequentes de acompanhamento do desempenho. Busque as entregas que dependem mais diretamente do trabalho de sua equipe, pois navegar no ambiente de ambiguidade e volatilidade exige priorizar as variáveis sobre as quais se tem mais governabilidade.

Sustentar a exigência no fazer bem feito o que precisa ser feito todo dia pode ser clichê, mas é uma das providências mais úteis nessas situações. Outra providência é avaliar cenários, focar nos mais prováveis e definir iniciativas para se preparar bem para as situações, produzindo melhores respostas para a complexidade e a incerteza.

Na crise é fundamental manter a equipe muito focada, usando o dia a dia como referência, comemorando avanços e conquistas e fazendo os necessários ajustes de rota em curto espaço de tempo, sem perder a clareza de onde se quer chegar no futuro.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *