Posts

Empreender é uma atividade que envolve muito esforço, investimento emocional – de trabalho e financeiro – e riscos. Para maximizar as chances de sucesso, é recomendável que o empreendedor cuide de algumas condições importantes para o fortalecimento da competitividade empresarial.

A bela letra da música My Way, imortalizada na voz de Frank Sinatra proporciona muitas reflexões sobre o empreendedorismo. Para mim, a grande mensagem não é ser intransigente, como há margem para interpretar o “I did it my way / eu fiz do meu jeito”. Na minha visão, a ideia central é encontrar sua essência e buscar orgulho do que faz, agindo de acordo com seus valores e crenças e enfrentando os custos disso.

O empreendedorismo é uma atividade muito exigente, pois envolve uma atuação que considera simultaneamente questões internas da empresa, como gestão de equipes e processos de trabalho; e variáveis externas do mercado (boa parte delas fugindo à governabilidade da organização).

Quando se fala em gestão empresarial, muito se fala em planejamento estratégico e em estratégias adequadas. Entretanto, existe um esforço inicial muitíssimo importante para viabilizar a construção de uma estratégia consistente: a elaboração ou atualização do projeto empresarial.

Muito tem se falado sobre o modelo mental do empreendedor, apontando inúmeras características necessárias e estilos idealizados para empreender com sucesso. Na prática, poucas pessoas são tão “monstruosas” a ponto de reunir tantos atributos pessoais e de dar conta de exigências tão grandes. Tentei reunir aqui atributos que são fruto da minha observação da ação de empreendedores de sucesso.

Falar de riscos não é um tema muito agradável a qualquer empresário. Isso é fato. Mas, os riscos existem para todas as atividades e nenhum empreendedor está inerente a eles. O problema é quando, mesmo tendo conhecimento dos riscos, o gestor não faz uma avaliação adequada e termina tomando uma decisão ou arriscada demais ou, no outro extremo, conservadora demais.