Posts

indicadores, bsc, painel de bordo, kpi, okr

O uso inadequado de indicadores pode gerar frustrações diversas, como falta de promoção das mudanças e resultados pretendidos, competitividade destrutiva nas equipes, angústia nos profissionais e um sentimento de excesso de trabalho burocrático na produção de números que têm pouca ou nenhuma serventia. Talvez por serem ferramentas consolidadas no meio empresarial, a sensação é que […]

crescimento empresarial

Empresas vitoriosas geralmente nascem da identificação de uma demanda ou dor no mercado e do consequente desenvolvimento de uma solução em que há um posicionamento diferenciado com relação aos concorrentes. Passada a fase do seu teste de sobrevivência, a tendência é de que haja um rápido crescimento. E é aí que as coisas podem começar […]

Monitoramento, indicadores e metas tornaram-se palavras frequentemente usadas no dia a dia dos gestores, o que pode fazer parecer que é processo bem apropriado por todos. Entretanto, sua adequada utilização é um grande desafio e seu uso impróprio, muitas vezes, traz a sensação de confusão e perda de tempo.

Seja para a empresa ou mesmo para um profissional, o acompanhamento de indicadores é algo de fundamental importância para se ter uma avaliação do próprio desempenho em comparação com o mercado ou setor de atuação. Porém, não basta apenas acompanhar esses indicadores. Deve-se também definir metas claras que orientem os profissionais e conduzam as organizações a alcançarem os padrões de desempenho desejados.

No dia a dia da gestão, nos deparamos com muitas situações de desvio de rumo, tais como: descontinuidade de projetos, não alcance de metas e resultados esperados, atrasos nos prazos, etc. A prática tem evidenciado que a monitoração sistemática do desempenho possui um papel fundamental para a execução de planos, projetos e estratégias, pois o processo ajuda a impor a rotina necessária de cobrança e avaliação dos resultados parciais, combatendo a procrastinação e a utilização de pretextos para não fazer o que precisa ser feito.

Desenvolver equipes é uma tarefa difícil e que exige competência e persistência por parte de gestores e empreendedores, além de ser uma responsabilidade indelegável e que não se resolve automaticamente na escolha ou troca de integrantes. Ou seja, se você quer ter uma boa equipe não há opção diferente do investimento emocional, de tempo e esforço no seu time.