Posts

indicadores, bsc, painel de bordo, kpi, okr

O uso inadequado de indicadores pode gerar frustrações diversas, como falta de promoção das mudanças e resultados pretendidos, competitividade destrutiva nas equipes, angústia nos profissionais e um sentimento de excesso de trabalho burocrático na produção de números que têm pouca ou nenhuma serventia. Talvez por serem ferramentas consolidadas no meio empresarial, a sensação é que […] Leia mais

Este conteúdo é exclusivo para usuários cadastrados no site da Delta Consulting!

Não tem cadastro? Clique aqui e faça o seu.

Monitoramento, indicadores e metas tornaram-se palavras frequentemente usadas no dia a dia dos gestores, o que pode fazer parecer que é processo bem apropriado por todos. Entretanto, sua adequada utilização é um grande desafio e seu uso impróprio, muitas vezes, traz a sensação de confusão e perda de tempo.

No dia a dia da gestão, nos deparamos com muitas situações de desvio de rumo, tais como: descontinuidade de projetos, não alcance de metas e resultados esperados, atrasos nos prazos, etc. A prática tem evidenciado que a monitoração sistemática do desempenho possui um papel fundamental para a execução de planos, projetos e estratégias, pois o processo ajuda a impor a rotina necessária de cobrança e avaliação dos resultados parciais, combatendo a procrastinação e a utilização de pretextos para não fazer o que precisa ser feito.